sexta-feira, 12 de agosto de 2022

b4184d2b0aad938162247eb76f4dcdc5

O médico Vinicius Gatto Cavalcante Oliveira foi nomeado pelo prefeito Emanuel Pinheiro, no último dia 4 de agosto, como diretor-geral interino da Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP), que administra o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) e o Hospital São Benedito. O novo integrante da gestão Emanuel Pinheiro afirma que pretende trazer sua vivência profissional para a administração das unidades. “Quero agradecer essa oportunidade e voto de confiança concedidos pelo prefeito Emanuel Pinheiro. Minha intenção é trazer a experiência da assistência dos setores primário, secundário e terciário para a gestão e encarar esse desafio, atuando juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde, no intuito de reduzir as filas por cirurgias e sempre visando melhorar o atendimento para a população, ato esse defendido pelo nosso prefeito. Se for preciso, também estarei à disposição para sair detrás da mesa e ir para a linha de frente, como tem acontecido, pois acredito que gestão não se faz sentado, a gente faz gestão no meio das pessoas, levando o melhor para os nossos pacientes”, afirma.

Vinicius Gatto é natural de Presidente Prudente (SP), tem 31 anos, é casado e pais de dois filhos. Formou-se em Medicina em 2014, mesmo ano em que mudou-se para Cuiabá. Fez residência em Medicina da Família e Comunidades pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), tem pós-graduação em Urgência e Emergência e em Nutrologia.

Serviu ao Exército Brasileiro entre 2015 e 2016 como tenente-médico, no Grupo de Artilharia e Campanha (18 GAC), em Rondonópolis. Em seguida, retornou para saúde pública do Município de Cuiabá, tendo atuado em todos os níveis de assistência: na atenção primária, trabalhou na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Osmar Cabral. Na atenção secundária, foi médico da Policlínica do Pedra 90, atuou no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e, na atenção terciária, atuou na sala vermelha do Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (antigo Pronto Socorro), onde também foi diretor técnico, em 2018. Com a inauguração do Hospital Municipal (HMC), passou a desempenhar essas funções na nova unidade.

Participou da elaboração do projeto do Hospital da Família (HFAM), que deverá ser implantando no antigo Pronto Socorro, assim que ele deixar de ser utilizado como Hospital Referência à Covid-19. Tem atuado desde o início da pandemia na linha de frente do combate à doença, inclusive na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital São Benedito, onde foi plantonista.