sexta-feira, 12 de agosto de 2022

b300e62c9618b03bf23350afe83189bb

Da Redação – Isabela Mercuri

Em ‘live’ em que falou sobre as entregas de sua gestão para a saúde pública, o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) argumentou que, apesar de muitos adversários torcerem para prejudicá-lo, ele “nunca fez um governo do ódio”. Pinheiro ainda exaltou o fato de, em sua gestão, não ter acontecido nenhuma greve.

“Na saúde nós enfrentamos problemas históricos que evidentemente [chamaram] a maledicência política, a maldade do ‘ah, vamos atacar o Emanuel, o que importa é que o Emanuel erre, o que importa é que o Emanuel se ferre, não importa se ele vai atender a população ou não, o que importa é prejudicar o prefeito’, aquelas politicagens que vocês conhecem bem”, lembrou o gestor.

“Independente disso, eu nunca olhei para trás, e nunca fiz o governo do ódio. Eu sempre trabalhei por Cuiabá e para o povo cuiabano. Ao enfrentar problemas históricos, por exemplo. Vocês perceberam que a gestão Emanuel Pinheiro é a única gestão, em cinco anos de mandato, que nunca teve nenhuma greve? A saúde, em todas as gestões anteriores à minha, parou duas ou três vezes, em todas, sem exceção. Na minha gestão reina o respeito aos servidores públicos e a estabilidade em benefício da população”, completou.

Durante a transmissão pela internet, Emanuel ainda citou que em 60 meses de gestão, entregou cerca de 45 obras para a saúde pública, e prometeu outras, como a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Leblon, no máximo até a segunda quinzena de fevereiro. “Os serviços públicos não pararam, e a população não foi prejudicada. Nenhuma greve na saúde e nenhuma outra área da gestão, em cinco anos de mandato, fato inédito na história de Cuiabá”, comemorou.

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Fonte Olhardireto