terça-feira, 16 de agosto de 2022

00bbe4366e64e422c4ef632b330f0fb2

Em geral, os sintomas da gripe Influenza são febre, dores musculares, dor de garganta, de cabeça, coriza e tosse seca. Em alguns casos, pode haver evolução para uma pneumonia

DAFFINY DELGADO
DA REDAÇÃO

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou nesta segunda-feira (03), que 134 pessoas estão internadas em Cuiabá, em decorrência da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), a mesma que matou, na noite de ano novo, o radialista Lino Rossi. Já com  Covid-19, a Capital tem apenas cinco internados. Os dados são da Vigilância de Doenças e Agravos Transmissíveis.

De acordo com a pasta, das 109 notificações de gripe de pacientes que moram em Cuiabá são 26 foram casos de Influenza A, quatro H3N2 e um pela Influenza B. Os outros 78 casos ainda estão sendo investigados.

 

Quanto aos moradores de outros municípios atendidos na Capital, a SMS registrou 25 notificações. Destas, sete pela Influenza A e um por H3N2. A Secretaria também registrou um caso de Influenza A do tipo H1N1, conhecida como “gripe suína”.

 

A diferença entre as influenzas é que, as do tipo A, também podem ser encontradas em animais, enquanto a B é exclusiva dos humanos. Ainda, a influenza H1N1 tem sintomas mais intensos e pode provocar febre alta e dores musculares, além de complicações respiratórias.

 

Já a H3N2, apesar de se apresentar menos letal que o coronavírus, pode provocar complicações graves para pessoas do grupo de risco, como crianças e idosos, além de pessoas com comorbidades e gestantes.

 

Em geral, os sintomas são febre, seguida de dores musculares, dor de garganta, de cabeça, coriza e tosse seca. Em alguns casos, pode haver evolução para uma pneumonia, sendo necessária a internação.

Leia também

Cuiabá tem 89 pessoas internadas com Síndrome Respiratória Aguda Grave

Atendimentos em queda

Somente entre os dias 26 e 28 de dezembro, as UPAs do Verdão, Morada do Ouro, Pascoal Ramos e Policlínicas do Planalto, Coxipó e Pedra 90, juntas, realizaram 7.103 atendimentos, ou seja, uma média de 2,3 mil atendimentos por dia.

Entretanto, a pasta informou que a procura por atendimento médico começou a apresentar uma queda. Entre os dias 29 de dezembro de 2021 e 2 de janeiro de 2022, foram registrados 6.977.

Por determinação do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) colocou em prática, desde o dia 27 de dezembro, o Plano Municipal de Enfrentamento à Síndrome Gripal e Síndrome Respiratória Aguda Grave, que instaurou um novo fluxo emergencial nas UBSs, que passaram a receber pacientes em livre demanda, para atender aqueles com sintomas gripais leves e desafogar as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Policlínicas, que priorizam casos de urgência e emergência.

Os casos graves estão sendo encaminhados para o Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (antigo Pronto Socorro) ou para o Hospital São Benedito.