sexta-feira, 12 de agosto de 2022

fup20210826337-1024×682

Tradicionalmente, o Brasil é o primeiro país a discursar no encontro, previsto para acontecer em novembro

Ministério das Relações Exteriores confirmou nesta sexta-feira, 3, a ida do presidente da República, Jair Bolsonaro, à Nova York para abertura da sessão da assembleia-geral da ONU, em novembro. Tradicionalmente, o Brasil é o primeiro país a discursar no encontro. No ano passado, o líder brasileiro participou do evento de forma remota por causa das restrições impostas pela pandemia de Covid-19. Na ocasião, Bolsonaro gravou uma mensagem em que defendeu as ações do governo na área ambiental em meio às críticas da comunidade internacional, sobretudo em relação à Amazônia. Segundo os organizadores, a entrada na sede das Nações Unidas será limitada para preservar o distanciamento social e os protocolos sanitárias. As reuniões vão acontecer de 21 a 27 de novembro, nos Estados Unidos.