terça-feira, 09 de agosto de 2022

5BDFA940-9600-4327-8303-AB6FF3152D05

Neste dia 8 de abril, aniversário de 302 anos de Cuiabá.

Parabéns minha Cuiabá!
Desejo continuar te vendo crescendo; com o esse brilho do sol único e indescritível, moderna e bem melhor pra se viver.

Muito amor pela cidade verde.

Quem chega em Cuiabá; se sente amado, bem recebido e bem acolhido com um imenso abraço caloroso, cheio de alegria e hospitalidade. Não tem como não se sentir em casa e também não tem como não sentir o calorão de Cuiabá. Viva Cuiabá! 😍👏🏻 Parabéns! 

“Eu tenho orgulho de ser um cuiabano, de chapa e cruz confesso e não me engano.”

Foto em frente ao Monumento Histórico SESC Arsenal

8 de abril de 1719 – Fundação de Cuiabá

Os cuiabanos sentem uma grande vontade de comemorar o aniversário da cidade, mas o momento não permite nenhum tipo de aglomeração e o foco tem que ser a luta contra a covid-19 e a vacinação. Além de aplaudir a nossa Cidade Verde, Cuiabá bonita por natureza, aplaudimos aqueles que são verdadeiros guerreiros e que, sem medir qualquer esforço, trabalham pela recuperação dos filhos desta terra. Desejo vacina e saúde para todos os Cuiabanos. Que venham muitas bençãos de Deus à nossa querida Cuiabá.

A capital do Estado de Mato Grosso, Cuiabá, surgiu às margens do rio Coxipó em 8 de abril de 1719. Era, então, um pequeno povoado cuja ata de fundação foi assinada por Pascoal Moreira Cabral. Foi a descoberta do ouro pelos bandeirantes paulistas que deu origem à povoação, que estava subordinada à capitania de São Paulo naquela época.

Três anos mais tarde, foram descobertas novas jazidas, as chamadas “Lavras do Sutil”, nas proximidades do córrego da Prainha e da colina do Rosário, onde foi construída a igreja do Rosário, no centro da localidade.

A povoação se expandia e viria a se tornar a Vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá. A região de Mato Grosso, por sua vez, seria desmembrada São Paulo, em 1748, tornando-se também uma capitania.

Por meio da carta régia assinada por dom João 6o, a vila foi elevada à categoria de cidade em 17 de setembro de 1818. A sede da capitania, porém, ainda era a Vila Bela da Santíssima Trindade. Somente em agosto de 1835, Cuiabá se tornou a capital da então província de Mato Grosso, que se transformaria em Estado com a proclamação da República.

Após o fim da Guerra do Paraguai, a cidade desenvolveu a sua infraestrutura. No final da década de 1930, com a política de integração nacional do governo federal e o programa “marcha para o Oeste”, Cuiabá ganhou a sua primeira avenida, a Getúlio Vargas, além de novos edifícios e rodovias.

Entre 1970 e 1975, quando o Governo Federal incentivava o povoamento do interior do País, a população passou de 83 mil para 127 mil habitantes. A capital de Mato Grosso tem 569.830 mil habitantes e sua área é de 3.495,424  km2 (fonte: IBGE 2013).

Ainda resta, porém, esclarecer o significado do nome “Cuiabá”. Há várias versões para ele e nenhuma é tida como definitiva. A mais tradicional diz que vem do local chamado “Ikuiapá” onde os índios bororos pescavam com uma flecha-arpão, que em sua língua chama-se “Ikuia”, sendo “pá” o designativo de lugar.

Para outros, o termo deriva de “kuyaverá”, palavra guarani que se traduziria por “rio da lontra brilhante”. Teodoro Sampaio (1855-1937), grande estudioso do tupi, afirmava que, se o nome tivesse origem nesta língua indígena, poderia significar “homem que faz farinha”, “farinheiro”, pois “cui” é “farinha” e “abá” homem.

Finalmente, convém lembrar que o célebre cientista alemão von Martius (1794-1868), que realizou uma grande expedição pelas selvas brasileiras, traduziu o termo como “fabricante de vasilhas”, decompondo-o em “cuia” (vasilha) e “abá” (criador), atribuindo-o a outro dialeto das tribos locais.

Nada melhor do que celebrar a data relembrando uma das principais manifestações culturais da cidade e da população mato-grossense; A Associação Cultural Flor Ribeirinha que continua difundindo e mantendo viva a tradição do Siriri e do Cururu.
Foto: @rjonnier

A iniciativa nasceu graças ao entusiasmo de Dona Domingas que, em 1993, criou o grupo Flor Ribeirinha para ensinar os passos e sons das danças para filhos e netos, e até hoje permanece à frente do projeto.

A primeira-dama tem marcado a história da Capital, Márcia Pinheiro, é considerada uma das primeiras-damas mais atuantes da história de Cuiabá. Desde que o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) foi eleito, em 2016, ela não tem medido esforços para ajudar aqueles que mais precisam.

Referência quando o assunto é assistência social e causas voltadas no combate e proteção às mulheres vítimas de violência, Márcia até agora está à frente de oito projetos sociais, atendendo a milhares de pessoas diariamente.

Dentre eles estão Casamento Social, que ocorreu em agosto do ano passado e levou ao altar cerca de 300 casais, abordando a temática de valorização da família, algo que a Gestão Pinheiro tem como marca.

Desde quando a pandemia do novo coronavírus  chegou à Capital, a primeira-dama sempre com olhar atento e solidário, esteve à frente da ação da Prefeitura que distribuiu às família carentes mais de oito mil cestas básicas, acompanhadas do kit de higiene pessoal.

Os moradores em situação de rua não foram deixados de lado. Através do projeto Hotel Albergue ofertou 120 vagas em parceria com um hotel da Capital, protegendo os moradores de rua do risco de contágio ao vírus.

Já para o público feminino, Márcia ao lado do filho, deputado federal e candidato a prefeito de Várzea Grande, Emanuel Pinheiro Neto (PTB), o Emanuelzinho, inaugurou em maio deste ano o Espaço de Acolhimento da Mulher, anexo ao novo e moderno Hospital Municipal de Cuiabá (HMC).

O espaço funciona 24 horas e conta com equipe multidisciplinar, composta por psicólogas e assistentes sociais, totalizando 12 profissionais que atuam diretamente no atendimento.

Outra proposta de grande impacto foi à repaginação do projeto Siminina que atende meninas de sete até 14 anos em situação de vulnerabilidade social. No início haviam apenas 700 alunas cadastradas e após os quase quatros anos, Márcia conseguiu dobrar este número para 1.500 meninas.


Além disso, a administração foi responsável pelo realizar o maior pacote de obras do programa, incluindo na temática de ensino aulas de fanfarra, música, artesanato, plantio de hortifrúti, inglês básico, teatro, informática, entre outras; além dos atendimentos odontológico, psicológico e pedagógico.

Uma das ações que ganhou destaque nesse período pandêmico foi o Qualifica 300, coordenado diretamente pela primeira-dama, ao qual já certificou mais de três mil mulheres por meio do convênio entre a Prefeitura de Cuiabá e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), ofertando mais de 20 cursos dos segmentos Produção de Alimentos, Construção Civil, Vestuário, Informática e Gestão, consolidando a gestão humanizada, auxiliando as mulheres no sustento de suas famílias.


Além disso, estão inclusos na lista de benfeitorias de Márcia, Natal Sem Fome e Aquece Cuiabá, iniciativas estas de grande impacto social, colaborando de forma efetiva na melhoria da qualidade de vida da população cuiabana.


Márcia é um exemplo claro de mulher, mãe, amiga e companheira, que dispõe de uma trajetória justificada pelo amor ao próximo e a busca por uma sociedade mais humana e solidária. Vale lembrar que a  Márcia Pinheiro é Paranaense porém é Cuiabana de corpo, alma e coração, assim como muitos outros que foram adotados pelo o aquecido abraço de Cuiabá.

Parabéns minha terra natal; Cuiabá!
Eu Amo!❤️

Por: Jacqueline Noronha

@jacquelinenoronha

 

 

 

 

Add // Edição: :https://educacao.uol.com.br/datas-comemorativas/0408—fundacao-de-cuiaba.amp.htm https://www.noticiamax.com.br/cidades/marcia-pinheiro-e-uma-das-primeiras-damas-mais-atuantes-da-historia-de-cuiaba/75018

 

1 Comentário

    • rxjevxw -

    • 6 de junho de 2021 às 19h07 em 19:07 pm

    8 de abril, dia de aplaudir a nossa Cidade Verde; 302 anos de Cuiabá, bonita por natureza – Jacqueline Noronha
    arxjevxw
    [url=http://www.g47547eoxjmme51ke89v069731bqu7pes.org/]urxjevxw[/url]
    rxjevxw http://www.g47547eoxjmme51ke89v069731bqu7pes.org/